Anxiety

Como reduzir a ansiedade de forma natural

Desde muito nova sofri com problemas de ansiedade. Sempre fui extremamente perfecionista e colocava demasiada pressão em mim, quer fosse para ter boas notas na escola ou para atingir bons resultados no trabalho. Quando fui diagnosticada com hipertiroidismo, tudo ficou pior, pois um dos efeitos secundários é precisamente a ansiedade. O meu metabolismo e batimentos cardíacos estavam demasiado elevados e as minhas mãos estavam sempre a tremer. Havia dias em que eu pensava que o meu coração ia explodir.

Durante o meu processo de cura natural, eu foquei-me na minha ansiedade e desenvolvi hábitos saudáveis que me ajudaram a controlá-la. Quando comecei a partilhar a minha jornada online, e a trabalhar individualmente com os clientes, percebi que muitas pessoas se debatiam com o stress, ansiedade e até ataques de pânico. Atualmente, o meu objetivo é mostrar às pessoas que têm o poder de reduzir a ansiedade de forma natural e viver uma vida mais feliz e saudável. Aqui ficam as minhas dicas para uma vida livre de stress.

Conecta-te com a natureza

A natureza é realmente o melhor remédio. Na era da tecnologia em que vivemos, estamos muito desligados da Mãe Natureza e, por isso, o stress e a ansiedade tendem a piorar. A nossa pele em contacto com o solo é o mais poderoso anti-inflamatório e antioxidante que existe. Quando estamos em contacto com o solo, absorvemos os eletrões da terra para o nosso corpo. Por isso, quando te sentires ansiosa, tenta sair, anda descalça, abraça as árvores, apanha vitamina D e vê toda a beleza à tua volta.

Vive o momento presente

A ansiedade apenas existe quando a nossa mente está no futuro, por isso temos de voltar para o único tempo que realmente importa, o agora. Começa a prestar atenção ao teu corpo e traz toda a atenção para o momento presente e para o que te rodeia neste preciso instante. Um excelente exercício que podes fazer é simplesmente fechar os olhos por alguns segundos e, quando os abrires, começar a dizer em voz alta as cores que estão à tua volta.

Concentra-te na tua respiração

Esta é a técnica mais fácil e eficaz para tratar a ansiedade. Quando estamos ansiosos, tendemos a respirar apenas com a parte superior do peito, através de respirações rápidas e superficiais. Se começares simplesmente a focar-te na tua respiração e em praticar uma respiração mais profunda, até à barriga, não só serás imediatamente transportada para o momento presente, como te irás sentir muito mais calma e relaxada.

A respiração abdominal também ativa, de forma imediata, o nosso sistema nervoso parassimpático (modo de descanso e digestão). Basta começares com dez respirações profundas. Fecha os olhos, coloca as mãos sobre a barriga e sente-as a subir e a descer com a respiração. Lentamente, abre os olhos quando te sentires mais calma. Podes fazer este exercício onde e quando quiseres.

Medita

 São muitos os estudos científicos que provam que a meditação pode tratar a ansiedade, simplesmente por conseguir abrandar a hiperatividade da mente. Apenas uns minutos de prática por dia podem fazer uma grande diferença na forma como te sentes. Eu medito todos os dias de manhã, e por vezes, à noite também. Começa com 5/10 minutos por dia durante 21 dias, até se tornar um hábito. Senta-te direita, com os dois pés no chão, ou de pernas cruzadas, e fecha os olhos. Existam muitas formas de meditação, como simplesmente concentrares-te na tua respiração, repetires mantras ou ouvires uma meditação guiada. Encontra aquela que funciona melhor contigo e continua a praticá-la todos os dias. Lembra-te que os pensamentos são parte da meditação, por isso, sempre que aparecerem, simplesmente deixa-os ir e mantém a mente focada.

Move o teu corpo

Tenta mover o teu corpo todos os dias. O exercício liberta hormonas de bem-estar e ajuda a construir a autoconfiança por estarmos em forma, fazendo-nos sentir bem connosco próprios. O Yoga é um dos melhores exercícios para combater a ansiedade e ajudar na construção de autoestima, tonificando o corpo enquanto acalma e centra a nossa mente. Algo que também adoro é fazer qualquer tipo exercício ao lar livre, como caminhadas na natureza, paddle boarding no mar ou uma corrida na praia.

Come de forma saudável

Os alimentos que comemos desempenham um papel muito importante na forma como nos sentimos e podem, realmente, afetar o nosso humor. O intestino é considerado o nosso segundo cérebro porque produz 95% da serotonina do nosso corpo, a hormona da felicidade. Por isso, é muito importante dar atenção ao nosso sistema digestivo e evitar comidas que afetem o intestino, como o glúten e os laticínios. Come e bebe alimentos ricos em probióticos e escolhe uma dieta predominantemente baseada em alimentos naturais. Lembra-te de comer o ‘arco-íris’, pois as frutas e legumes coloridos também vão melhorar o teu estado de espiríto. Uma alimentação correta não só nos faz sentir mais saudáveis, como também nos ajuda a sentir mais calmos e felizes. E, por favor, tenta evitar elementos como o café, álcool e alimentos muito tóxicos.

Inclui chás relaxantes e ervas adaptogénicas  

São muitas as ervas que ajudam a diminuir o stress e a ansiedade. Os meus chás relaxantes favoritos são os de camomila, lavanda e o Stress Relief e Calming do Yogi Tea. Também adoro ervas adaptogénicas para realçar a resposta natural do corpo ao stress físico e emocional. Eu utilizo Holy Basil da marca Organic India  em forma de chá e Ashwagandha em forma de pó em batidos e outras bebidas.

Sê positiva e usa afirmações

As afirmações podem ser muito poderosas para tratar a ansiedade e mudar a nossa mentalidade. Nós temos constantemente um medo interior, baseado naquela voz dentro da nossa cabeça, com pensamentos negativos sobre nós próprios e sobre a nossa vida. Começa a substituir esses pensamentos por positivos, tais como “Eu sou perfeita, tal como sou”, “Tudo está perfeito”, “É seguro ser eu mesma”, “Eu estou calma e relaxada”, “Eu estou no momento presente” ou outra afirmação que queiras manifestar na tua vida. Lembra-te, o que pensamos, manifestamos, por isso sê sempre positiva. Podes até escrever as tuas afirmações e colocá-las junto ao espelho para que as leias, logo pela manhã ou à noite, enquanto escovas os dentes.

Utiliza óleos essenciais

Os óleos essenciais são uma das melhores ferramentas para lidar com a ansiedade. Pessoalmente, eu adoro e uso-os para tudo. O meu favorito é o de lavanda, mas há bastantes óleos essenciais com propriedades relaxantes, tais como, camomila, baunilha, rosa, bálsamo de limão, sândalo, bergamota, salva, frankincense e ylang ylang. Podes até misturar os diferentes óleos essenciais para terem ainda mais benefícios. Utiliza-os num difusor em casa, para deixar o espaço com um cheirinho maravilhoso e relaxante, aplica algumas gotas na almofada antes de dormir, ou nos pulsos e têmporas, para uma noite tranquila. Outra coisa que adoro, é tomar um banho relaxante com umas gotas de lavanda.

Experimenta terapias alternativas

Existem bastantes técnicas de terapia alternativa que funcionam num nível energético e podem promover o relaxamento e trazer-nos de volta a um estado de equilíbrio e calma. Eu pessoalmente adoro as seguintes:

  • Terapia através do som: As frequências sonoras terapêuticas ajudam a trazer o nosso corpo e sistema nervoso de volta a um estado de equilíbrio, reduzindo a ansiedade e dando-nos uma sensação de tranquilidade e relaxamento. Experimenta meditações com sons de cura ou massagens. Usa o som das taças tibetanas em casa ou procura músicas no YouTube que tenham as frequências certas para equilibrar o teu corpo. Experimenta ouvir esta antes de dormir: https://www.youtube.com/watch?v=RaF0fZKMiJ4
  • Terapia de cristais: Alguns cristais são muito relaxantes e ajudam, também eles, a aliviar o stress. Podes tê-los em casa, junto à cama, dormir com eles, segurá-los durante a tua meditação ou usá-los como se fossem jóias. Os meus favoritos são a ametista, o quartzo de cristal e o quartzo rosa.
  • Reiki: Esta é uma técnica terapêutica através da energia. Eu estudei Reiki há alguns anos e adoro utilizá-lo para equilibrar os meus centros energéticos (chakras). O Reiki permite libertar energias e crenças antigas, que já não nos servem, removendo os bloqueios do nosso corpo e ajudando a energia a fluir. Além de fazer a mim mesma, adoro ir a sessões e acabo sempre por me sentir mais relaxada e leve.

Sê criativa

A criatividade ajuda a nossa mente a focar-se e esquecer os problemas e ansiedades. Funciona como uma meditação ativa, fazendo com que estejas completamente concentrada no momento presente e na tua criação. Experimenta desenhar mandalas coloridas, ou compra um livro de colorir bonito, e pinta-o sempre que precisares de desligar e afastar quaisquer pensamentos que estejam a inundar a tua cabeça. Não precisas de ter qualquer experiência ou vocação artística para o fazer, basta que te expresses!

Torna a tua casa num espaço de relaxamento

É super importante ter um ambiente em casa que permita relaxar e onde te sintas bem e em paz. Usa velas, plantas, cristais ou qualquer outra coisa que te transmita uma sensação de relaxamento. Eu adoro os candeeiros de sal dos Himalaias que ajudam a libertar os iões negativos e, frequentemente, gosto de queimar salva para limpar o espaço de qualquer energia negativa.

Cuida de ti

Eu sou uma verdadeira adepta do movimento #amorpróprio. Garante que te permites receber de ti mesma um pouco de amor todos os dias. Cria uma lista das coisas que te deixam feliz e faz, pelo menos, uma delas todos os dias. Divirte-te, dança, ouve música, dorme bem, toma um banho relaxante, faz uma máscara de beleza natural, conecta-te com pessoas positivas e, acima de tudo, SORRI! Ao sorrirmos libertamos endorfinas que nos fazem sentir bem, o que reduz as hormonas do stress como o cortisol.

Espero realmente que esta informação te ajude tanto quanto a mim. Experimenta algumas destas dicas todos os dias e descobre qual a que resulta melhor contigo. Além disso, lembra-te que, seja o que for que estiveres a sentir, não estás sozinha. Eu estou aqui para te apoiar. Tu és perfeita, tudo está perfeito e tens o poder de criar a vida dos teus sonhos.

Também tens dicas para reduzir a ansiedade de forma natural? Se sim, por favor partilha-as em baixo. Se conheceres alguém que sofra de ansiedade, por favor partilha esta informação!

Com amor,
Inês

This article has 2 comments

  1. Patrícia Costa

    Muito completo este artigo. Gostei imenso 🙂 um beijinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *