Diário de uma viagem transformadora à Índia

Depois da experiência mágica e totalmente transformadora que tive o ano passado no norte da Índia e que partilhei com vocês aqui, prometi a mim mesma que enquanto estivesse a viver deste lado do mundo iria visitar a Índia pelo menos uma vez por ano! Sempre senti uma ligação espiritual muito forte com a India e, sem dúvida, que esta é a verdadeira casa da minha alma.

Enquanto na primeira vez estava à procura de uma experiência de total crescimento espiritual e onde acabei por ficar a viver um mês num ashram, desta vez viajei sem qualquer expectativa e para simplesmente relaxar e recuperar toda a minha luz e energia depois de meses muito intensos de trabalho.

Como já partilhei com vocês nas minhas redes sociais, o final de 2017 foi muito difícil para mim! O stress de todos os projetos em que estava envolvida acabou por fazer com que tivesse uma enorme recaída e com que a minha doença autoimune voltasse a despoletar depois de anos em equilíbrio. Voltei a ter sintomas que não sabia o que eram há anos… Parecia um pesadelo estar a viver tudo outra vez! Podem ler mais sobre a minha história aqui e como é que este problema de saúde me colocou nesta jornada de desenvolvimento pessoal. Em breve, como prometido, vou também partilhar com vocês todas as lições que esta recaída me trouxe e todos os passos que estou a dar para encontrar o meu equilíbrio de forma natural.

Mas, voltando à minha viagem, resolvi então tirar uma semana para viajar até à Índia, desta vez até ao sul, mais precisamente Goa, e ficar numa retreat house com aulas diárias de yoga, meditação, comida deliciosa e saudável, praia, piscina e muita natureza! Ou seja, tudo aquilo que ilumina a minha alma!

Tal como no ano passado, esta viagem foi também organizada à ultima da hora, ou seja, com uma semana de antecedência e, sem dúvida, que fui guiada a escolher este destino sem saber o que o Universo tinha reservado para mim. A ideia de ir para a Índia esta semana surgiu porque o Daniel ia estar em Amesterdão. Ele acabou por vir passar o fim de semana comigo e, depois de três dias maravilhosos, ele teve que se ir embora e eu fiquei o resto da semana sozinha! Apesar de o ano passado ter viajado sozinha durante muito mais tempo, desta vez custou-me muito despedir-me dele, talvez por dentro de mim saber que algo muito importante iria acontecer.

Não é fácil viajar sozinha mas por vezes é tudo o que precisamos pois faz-nos sair totalmente da nossa zona de conforto que é onde toda a transformação e crescimento acontecem! E, sem dúvida, que foi uma semana de total conexão comigo onde me abri por completo a toda a magia do Universo!

Como vos disse, a minha saúde é algo que me preocupa muito. Depois de anos à procura de respostas e depois da última recaída, continuo a questionar-me sobre que direção devo seguir… E como quando estou sozinha acabo por me questionar ainda mais pois, afinal de contas, o silêncio é onde estão todas as respostas, comecei a pedir por um sinal: “Por favor Universo, dá-me um sinal! Eu já fiz tudo o que estava ao meu alcance, agora é altura de me render a ti… Diz-me, o que queres que eu faça?”

A resposta do Universo:

Depois do Daniel se ir embora, ele pediu-me muito para procurar suplementos da Organic India para levar comigo. A Organic India é a marca de suplementos Ayurvedicos mais reconhecida internacionalmente e eu aproveito sempre que estou na Índia para os comprar, mas ainda não tinha encontrado nenhuma loja que os vendesse em Goa.

Uma tarde estava eu a conversar com a Emma, a proprietária da retreat house, e lembrei-me de lhe perguntar: “Emma, sabes de algum sítio aqui em Goa onde possa comprar Organic India?” Ela respondeu: “Por acaso não sei, mas eu conheço uma das board directors da Organic India, a Dr. Aruna Viswanathan, ela dá até consultas de Ayurveda, se quiseres podes marcar uma consulta com ela. Ela é maravilhosa e a médica mais reconhecida aqui, trabalha até com a família real”. Assim que ouvi aquilo pensei para mim: “Até adoraria fazer uma consulta com ela mas deve ser muito caro”, ao mesmo tempo não estava à procura de fazer nenhuma consulta. Há um ano tinha tido uma consulta com um médico maravilhoso, mas acabei por não seguir grande parte das recomendações pois era complicado ser seguida à distância. De qualquer forma, a Emma ficou de telefonar para a clínica dela para saber preços e disponibilidade. Depois esqueci-me completamente do assunto…

No dia seguinte enquanto estava na cozinha a fazer a aula de culinária que partilhei com vocês pelo Instagram, a Emma veio ter comigo e disse-me: “Inês, acabei de falar com a médica! Ela vai viajar amanhã mas disse-me que vem cá hoje ver-te. Ainda por cima contei-lhe um pouco do teu historial e, como também trabalhas na área de wellness, ela disse que te fazia um desconto.” Normalmente as consultas são 5000 rupias e ela fazia-me por 4000 e ainda ia ter comigo à retreat house. 4000 rupias são cerca de 50€, o que para Índia é caro mas para a Europa e Médio Oriente é um preço ótimo e que nunca conseguiria com alguém tão experiente. Acabei então por dizer que sim! Não tive qualquer expectativa sobre esta consulta, apenas foi uma oportunidade que surgiu e eu agarrei-a.

Quando chegou a hora da consulta, preparei-me entusiasmada para a ir conhecer e para saber o que ela tinha para me dizer mas, como referi, sem qualquer expectativa, apenas aberta ao que poderia surgir dali. Assim que a vi, não consigo explicar o que senti! Senti que estava a ver uma pessoa que conhecia há muitos, muitos anos. Era um sentimento muito maternal, talvez uma mãe de outra vida. A nossa ligação foi instantânea! Ela olhou para mim com o sorriso mais puro e deu-me imediatamente um abraço como se estivesse a abraçar uma filha. Ela era uma senhora indiana lindíssima com cerca de 50/60 anos e com o sorriso mais puro que já alguma vez tinha visto!

Sentámo-nos e começámos logo a conversar! Falei-lhe abertamente do meu problema de saúde e do motivo porque a estava a procurar. Contei-lhe em como nos últimos anos os médicos me definiam com os números das minhas análises, ou estavam melhores ou piores, ou aumentavam ou reduziam a minha medicação. Ela disse-me imediatamente: “Essas análises não te definem, tu és muito mais do que isso! Se soubesses o quão especial és. Tens uma luz incrível! Já pensaste que há muitos anos atrás não tínhamos acesso a análises? Logo, não podes deixar que elas te definam!”

Ela também me falou dela e do seu percurso, para além de ser fundadora da Organic India ela viajou já por todo o mundo e trabalhou com algumas das pessoas mais importantes nos EUA como os médicos do Clinton e Obama e até com o Steve Jobs! E além de ayurveda, ela é também formada em medicina chinesa e convencional. O conhecimento dela sobre tudo era tão profundo que eu estava simplesmente no momento presente a tentar absorver o máximo possível de tudo o que estava a aprender com ela.

Deitei-me para fazer um exame através de uma tecnologia muito evoluída que liga o nosso corpo ao computador e consegue analisar todas as camadas do nosso ser: corpo, mente e alma. Através deste exame podemos analisar todo o nosso corpo e onde estão os possíveis desequilíbrios, os meridianos, os chakras, a aura, tudo!

Assim que começou a analisar os resultados disse imediatamente: “A tua saúde é maravilhosa e nada do que te tenham dito até agora te define como pessoa. Sim pode haver um ou outro desequilíbrio mas isso não é nada perto da pessoa maravilhosa que és.” Depois ficou sem palavras a olhar para a minha aura… “Estás a ver a tua aura, isto é o que tu realmente és!”. As lágrimas corriam-me no rosto ao aperceber-me e ao relembrar-me daquilo que sempre soubera: a minha alma pura e brilhante é quem eu realmente sou, nada mais me define! Nenhuma de nós queria acreditar ao ver no computador o tamanho e brilho da minha aura. As suas palavras ainda não saíram da minha mente e entraram diretamente no meu coração: “this is who you really are”.

Durante tanto tempo tinha sido definida por números de médico em médico… Durante tanto tempo me disseram que havia algo de muito grave comigo… Durante tanto tempo me disseram as piores coisas que me faziam chorar à saída de qualquer consultório… Como é que eu e o meu subconsciente, apesar de todo o meu trabalho de amor-próprio, conseguiria saber que não havia nada de errado comigo? Que eu não tinha qualquer problema? Que eu era simplesmente uma alma pura e brilhante?

Depois com toda a conversa acabámos por perder o exame. Tentámos voltar a fazê-lo mas estavam muitos mosquitos por estarmos sentadas ao ar livre e acabámos para ir para uma das shalas. As shalas são salas lindíssimas onde decorrem as aulas de yoga. Tentámos ligar as luzes, mas não conseguimos e ela com toda a sua calma acendeu duas velas que lá estavam. O sol estava a pôr-se e começava a ficar tudo às escuras com exceção das duas velas. Eu deitei-me para fazermos novamente o exame e ela começou a fazer-me uma cura energética. A paz e cura que senti naquele momento é inexplicável. Depois fizemos novo exame e começámos a analisá-lo e a ver as recomendações aos mais diversos níveis.

De seguida, ela pediu-me para me sentar numa cadeira e começámos a fazer uma reprogramação do meu subconsciente. Este foi um dos exercícios mais poderosos que alguma vez fiz na minha vida. Quando o nosso subconsciente acredita que não estamos bem como é que o nosso corpo pode curar? Agora, quando a nossa alma acredita que não há nada de errado connosco, o corpo acompanha e a cura é o único resultado possível.

Entre os vários exercícios que fizemos eu descobri que o meu subconsciente acreditava com toda a força que eu me posso curar naturalmente, mas não acreditava que não havia nada de errado comigo, que eu sou saudável e que estou em equilíbrio. Por isso, reprogramámos esse pensamento e tudo aquilo que já não me servia a mim e à minha evolução…

Como é obvio, eu pedi-lhe para me ensinar tudo e ela própria sentiu que tinha que me passar todos os seus conhecimentos para que eu continue a fazer a diferença na vida de milhares de mulheres. Ela disse-me: “Eu já vou estar poucos anos a exercer este trabalho, por isso vou-te passar várias ferramentas para que continues a empoderar todas as mulheres que trabalham contigo. Tu tens uma missão muito especial e é por isso que eu tenho que cuidar de ti para que tu possas fazer o mesmo com todos à tua volta”. Sem dúvida, que o meu propósito é passar todo o conhecimento e cura que ocorre através de mim. E é por isso que apesar de todos os desafios eu só posso agradecer pois eles estão lá para me conectarem cada vez mais com o meu propósito.

O milagre da lua cheia

Depois de cerca de três horas de muita transformação chegou altura de nos despedirmos… Assim que saímos da shala já era noite bem escura, mas à nossa frente estava a lua cheia, enorme e brilhante. Parámos por alguns segundos a olhar para ela até que a médica disse: “Esta é uma lua muito especial que só acontece a cada 150 anos e termo-nos conhecido hoje não foi ao acaso.” Depois continuou: “Quando a Emma me ligou eu recebi imediatamente um sinal que me disse que eu te tinha que te vir ver. Normalmente até venho com a minha assistente, mas eu senti que tinha que estar sozinha contigo. Como viajo amanhã, tive que reorganizar a minha agenda para estar aqui e ainda bem que o fiz porque o que aconteceu hoje é o início de uma grande transformação. E as mudanças já começaram a acontecer lá dentro. Tu não me chamaste aqui por causa da tua saúde, tu chamaste-me aqui porque estás numa jornada de evolução espiritual”.

Eu senti com toda a força as palavras dela e imediatamente tive a prova que tudo o que acabara de acontecer era obra do divino. Continuámos a andar e antes de nos despedirmos ela olhou para mim e disse-me: “Hoje à noite quero que respondas à pergunta que te vou fazer e amanhã conversamos sobre a tua resposta”. A pergunta que ela queria que eu respondesse era simplesmente: “Quem sou eu?” A pergunta mais simples ou talvez a mais complexa.

Despedimo-nos com um abraço e combinámos encontrarmo-nos outra vez no dia seguinte, antes dela viajar, mas, desta vez, na clínica dela para me passar mais alguma informação e dar-me alguns suplementos para equilibrar o meu corpo.

Uma mãe de outra vida

No dia seguinte ela acabou por me vir buscar de carro à retreat house e, como estava um pouco atrasada para a viagem, acabou por me levar para casa dela. Durante todo o percurso ela fez-me imensas perguntas sobre a minha história e o meu trabalho e dizia-me com o maior sorriso: “Nem imaginas o orgulho que eu tenho em ti! És tão nova e já estás a viver o teu propósito!”. Ela repetiu várias vezes ao longo de toda a conversa o quanto se orgulhava de mim. Ela tinha um interesse genuíno e queria saber todos os detalhes, como alguém que nos conhece há anos e quer saber tudo o que fizemos na sua ausência.

É impossível descrever o que senti assim que entrei na sua casa, aquele espaço tinha a melhor energia que alguma vez possa ter sentido e ela recebeu-me como receberia uma filha. Apresentou-me a todos os seus familiares, a cada um dos seus cães e gatos e quando eu pensava que ela me iria levar para algum escritório para me dar as várias recomendações, suplementos e um passo a passo do que deveria fazer, ela simplesmente levou-me para o templo dela, um dos templos mais bonitos que já vi. Juntas começámos a colocar flores frescas junto a cada um dos deuses. Ela contou-me como um dia em que estava muito doente e quase a morrer a fé a tinha salvado. Naquele segundo o tempo parou…nada mais importava, o momento presente tinha inundado a minha alma. Seguiram-se três horas de muitas vivências, conversas e muitas lições. Cada palavra que ela me dizia era um presente do Universo, eu senti verdadeiramente que ela estava a canalizar tudo aquilo que eu tinha que ouvir, cada mensagem vinha de algo muito superior a nós. E foi simplesmente mágico…

Depois de darmos flores aos deuses, colocarmos incenso por toda a casa, tirarmos fotos e nos sentarmos horas a conversar e a comer frutas frescas, ela levou-me a passear. Subimos pela natureza até um miradouro com uma vista incrível por toda a cidade de Goa. Pelo caminho ela ia parando para apanhar flores e disse-me: “Eu trabalhei com alguns dos maiores mestres espirituais e eles passaram-me alguns ensinamentos que transformaram totalmente a minha vida e agora eu vou passá-los a ti. Eu nunca abri as portas de minha casa a ninguém, mas assim que te vi eu soube que eras especial e por isso agora é a tua vez de passares estes conhecimentos”. Quando finalmente nos sentámos, para que ela me transmitisse as últimas lições que eu precisava de receber tudo ficou completo e eu fui inundada por um sentimento de paz enorme.

Depois voltámos a casa e ela levou-me até à clínica onde me passou todas as recomendações e suplementos para o meu corpo, mas a transformação que ela já tinha feito à minha alma foi o maior presente que ela me poderia ter dado. Nenhuma dieta ou suplemento poderá ter a força de tudo o que tinha recebido! Despedimo-nos com muitos abraços, combinamos continuar as nossas conversas no Skype e encontrarmo-nos novamente no próximo ano.

Assim que ela saiu pela porta da clínica, olhou para trás e disse-me: “Nunca te esqueças da pessoa especial que és”. Estas foram as últimas palavras que me disse e que entraram diretamente no meu coração. Quando fui pagar as consultas e os suplementos na receção, ela não me tinha cobrado qualquer consulta depois de todas as horas que tínhamos passado juntas. Não queria acreditar, mas, ao mesmo tempo, sabia que o nosso encontro tinha sido obra do divino. Um verdadeiro milagre…

Tudo está perfeito e completo:

Nos dias seguintes a paz que sentia dentro de mim era imensa e, enquanto no ano passado foi muito difícil para mim ir embora, desta vez sentia uma alegria enorme em ir para casa pois sabia com todo o meu coração que já tinha recebido as lições que fui à Índia receber. É claro que a jornada nunca acaba, mas neste momento sinto que tudo está perfeito e completo! A paz que sinto dentro de mim é maior do que algum dia possa ter sentido. E sei que, a partir daqui, tudo será ainda melhor, pois adquiri ferramentas poderosíssimas que me vão acompanhar para todo o sempre!

No final da semana, quando começava a ver novas pessoas chegarem à retreat house, sentia uma enorme felicidade e pensava para mim: “Eu já posso ir para casa, agora é a vez deles de receberem as suas lições”.

Lições do Universo:

Ainda é muito difícil para mim colocar por palavras toda a informação poderosa que me foi passada, mas estas são algumas das principais lições que recebi e que sei que se as deixares entrar no teu coração e invadir a tua alma, vão transformar a tua vida como transformaram a minha. Usa-as como afirmações para que as possas realmente sentir:

– O meu corpo e a minha mente não me definem, a minha alma pura e brilhante é quem eu realmente sou.

– Não há nada de errado comigo, eu sou perfeita exatamente como sou e ninguém nunca poderá provar o contrário.

– Para transformar o meu corpo e mente, tenho que primeiro transformar a minha alma.

– Eu nunca me julgo nem a mim nem aos outros.

– Eu sou a minha prioridade e o meu bem-estar está em primeiro lugar.

– Todos os dias eu faço algo que ilumine a minha alma.

– Eu cuido dos outros sem nunca deixar de cuidar de mim primeiro.

– Deus colocou-nos neste mundo para brincar e para nos divertirmos, não preciso de levar tudo tão a sério.

– Eu liberto-me da ideia de fazer demasiado. Eu deixo de fazer para simplesmente SER.

God is my boss – Não faz sentido traduzir pois ela disse-me isto de uma forma tão carinhosa e engraçada: “Tu não tens de te preocupar em dar justificações a mais ninguém, tu só estás aqui para ser o canal de Deus, ele é o teu boss, mais ninguém”.

– Eu estou calma e relaxada e a luz divina passa através de mim.

– Eu não tenho de estar em controle de tudo, eu sou apenas um canal para o que Universo quer que eu faça. Todas as manhãs vou-me apenas render e deixar-me ser guiada pelo Universo.

– A minha intuição gera as minhas ações. Em qualquer situação que tenha que passar a minha mensagem eu só tenho que canalizar a mensagem do divino.

– Eu não vou conseguir ajudar todas as pessoas e é ok. Cada pessoa está na sua jornada individual e eu não tenho que salvar o mundo todo.

Fazer esta partilha foi muito especial para mim pois fez-me reviver e colocar por palavras um pouco de toda a magia que vivi. Espero, com todo o meu coração, que a minha experiência te inspire de alguma forma e, principalmente, te prove que se escolheres abrir-te à possibilidade de um milagre acontecer, tudo é possível!

Por fim, quero dizer-te que fazer esta viagem trouxe-me ainda a possibilidade de organizar um retiro e levar todas as minhas soul sisters a viverem na primeira pessoa toda a magia que a Índia tem para nós. Mais do que nunca, sinto que agora é momento de vos passar tudo aquilo que a Índia já me deu! E é claro que já pedi à minha médica para fazer um workshop para todas nós! 🙂 Ainda nada está definido, mas será na primeira semana de Março de 2019, por isso se queres ser a primeira a receber todas as informações envia-me um e-mail para info@benaturalwithines.com.

Com amor,

Inês

 

This article has 2 comments

  1. Ana

    Olá, dei uma leitura rápida e gostei imenso. Agora vou reler devagar e “tentar entrar” dentro da experiência. Desde já, os meus Parabéns pela sua viagem e por a ter partilhado.
    Beijinhos
    Ana

  2. Marisa Baptista

    Querida Inês, a tua história é muito mágica. Podes não acreditar, mas cheguei a sentir um arrepio na pele ao ler este testemunho tão incrível e emocionante! Acompanho-te desde Dezembro… Foi a Cláudia com os seus maravilhosos podcadts que te trouxe até a mim. Daí já assisti a todos os teus videos no canal do yt e também já li o teu blog de uma ponta à outra! És realmente inspiradora! Que a tua jornada nesta vida continue a ser abençoada de magia e que o Universo continue a conspirar a teu favor. Um grande beijinho e espero conhecer te em breve! Ah, das recordações que trouxeste para decorar casa, amei aquele elefante com o outro dentro. Julgo que simbolizará a fertilidade e achei curioso onde o colocaste, com certeza não foi mero acaso!❤ Namasté [mysweetgreenvalley]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *